Buscar
  • Adauto Silva

Covid cala a voz que diariamente entrava nas casas de milhares de amazonenses em oração matinal




O radialista Rosivaldo Ferreira, aos 67 anos, faleceu na manhã deste sábado no Hospital 28 de Agosto, vítimas de complicações por Covid-19.



Rosivaldo era tido por colegas como a mais bonita, potente e eloquente voz do radialismo e do jornalismo amazonense.



Um dos trabalhos mais eloquentes e conhecido de Rosivaldo é a narração da famosa e célebre “Oração da Manhã” que há décadas é exibida diariamente na abertura do Jornal da Amanhã da Rádio Difusora do Amazonas.


Ouça um dos principais trabalhos de Rosival



0 comentário