Buscar
  • Adauto Silva

Corpo de oficial de justiça vítima de naufrágio no domingo é encontrado no rio Negro, em Novo Airão


Após busca feitas pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Novo Airão, na manhã desta segunda-feira, 24/10, foi encontrado o corpo do Oficial de Justiça Emival Lemos Abreu, 65 anos, que estava desaparecido no rio Negro próximo a praia Bararuá, a 20 minutos de lancha da sede do município.


Vídeo 📹 postado em rede social por uma das sobreviventes, minutos antes do naufrágio



O funcionário de 65 anos do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) estava desaparecido após uma lancha naufragar no Rio Negro, neste domingo (23), em Novo Airão, no interior do Amazonas. O homem trabalhava na Comarca do município e estava acompanhado de mais cinco pessoas.



Segundo o TJAM, a lancha transportava o oficial de justiça, quatro mulheres e uma criança. Além do desaparecido, duas passageiras eram funcionárias da Comarca de Novo Airão.


Os seis estavam fazendo um passeio pela região, quando um banzeiro forte inundou a lancha. Os passageiros tentavam tirar a água, quando veio um segundo e afundou a embarcação.



De acordo com testemunhas, mãe e filha conseguiram segurar em um tanque de gasolina, enquanto uma terceira passageira se apoiou em uma caixa térmica.


A professora Milza Oliveira, que se salvo agarrada em uma caixa térmica relata como ela é as outras três mulheres e uma criança conseguira se salvar.




O idoso tentou ajudar uma colega de trabalho que não sabia nadar, enquanto outra passageira nadava até a praia para pedir ajuda. O funcionário empurrou a mulher para ela se apoiar em uma pedra e após isso, desapareceu no rio.



Moradores iniciaram as buscas pelos funcionário do TJAM ainda no domingo, mas não o encontraram. O Corpo de Bombeiros enviou mergulhadores de Manaus para iniciar as buscas oficiais nesta segunda-feira (24).

0 comentário