Buscar
  • Adauto Silva

Consumado》Irmãos Amarildo e Oseney não resistem à pressão e confessam ter matado Dom e Bruno

A polícia trabalha agora para localizar os corpos dos dois desaparecidos, os irmão foram levados pela PF ao local onde Dom e Bruno foram vistos para que os réus confessou mostrem o lugar onde abandonaram os corpos.



Após a prisão de Oseney da Costa Oliveira, conhecido como "Dos Santos', irmão de Amarildo da Costa Oliveira, preso suspeito de participação no desaparecimento do indigenista Bruno Araújo e do Jornalista Britânico Dom Phillips, os irmãos Pelado e Dos Santos, não resistiram a pressão e evidências que foram surgindo ao longo dos 10 dias de investigações e optaram por confessar nesta quarta-feira terem assassinado Dom e Bruno.


Os dois criminosos foram levados pela Polícia Federal para a área de buscas pela dupla, cujo paradeiro era desconhecido desde o dia 5 de junho. No local, os agentes encontraram dois corpos ainda não identificados.


O desaparecimento da dupla foi alertado pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari há dez dias. Dom e Phillips foram vistos pela última vez em 5 de junho, um domingo, ao passar pela comunidade do Amazonas de São Rafael


Fonte: VEJA

0 comentário