Buscar
  • Adauto Silva

Com 24.211 novos casos de covid após eleições, Amazonas adota novas restrições contra o coronavirus


A partir do dia 26 estarão fechados restaurantes, bares casas de shows até 10 de janeiro; medidas valem para todo Estado, só serviços essenciais funcionarão


Após o registro de 24.211 novos casos de covid-19 de 15 de novembro até esta terça-feira, 22/12, trinta e oito dias do período pós eleições, o governo do Estado tomou novas medidas restritivas para tentar conter a nova onda de covid-19 instalada no Amazonas.



Serviços essenciais poderão abrir: padaria, supermercados, drogarias poderão abrir

Veja comparativo do número de novos casos de acordo com a FVS/AM, capital e interior



Em 22/12


Dos 193.544 casos confirmados no Amazonas até esta terça-feira (22/12), 77.824 são de Manaus (40,21%) e 115.720 do interior do estado (59,79%).


Veja os 10 Municípios com maior número de casos de infecção de casos


Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (8.241); Parintins (7.173); São Gabriel da Cachoeira (4.988); Tefé (4.842); Humaitá (4.541); Manacapuru (4.509); Presidente Figueiredo (3.734); Carauari (3.713); Lábrea (3.573); Iranduba (3.079);



EM 15/11

Municípios – Dos 169.333 casos confirmados no Amazonas até este domingo (15/11), 66.724 são de Manaus (39,40%) e 102.609 do interior do estado (60,60%).


Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (7.760); Parintins (6.551); São Gabriel da Cachoeira (4.675); Manacapuru (4.280); Tefé (4.251); Humaitá (3.861); Carauari (3.413); Lábrea (3.158); Barcelos (2.815); Presidente Figueiredo (2.800);


Medidas Restritivas O governo do Amazonas anunciou, nesta quarta-feira (23), novo fechamento de bares, restaurantes e casas de show, a partir do próximo dia 26 até 10 de janeiro devido ao aumento dos casos de coronavírus no estado.


A fiscalização de festa clandestinas será intensificada e quem insistir nesses eventos será preso e multado.



O novo decreto foi informado pelo governador Wilson Lima em entrevista coletiva no início da tarde de hoje, após reunião com o Comitê de Combate ao Covid-19, que reúne empresários, comerciantes, autoridades de saúde, sanitárias e instituições não govenamentais, na sede do governo estadual.


Os restaurantes só funcionarão por delivery e drive-thru. Estão proibidos casamentos, formaturas e outros eventos. A indústria está mantida.


“Estivemos reunidos mais uma vez com os orgãos representantes dos poderes, de controle e setor produtivo para apresentar os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos destinados a pacientes com Covid-19. Discutimos medidas para controlar a transmissão do vírus e preservar vidas”, disse o governador.


Comércios e estabelecimentos não essenciais só irão funcionamento por sistema drive thru até às 21h. Já as festas, casamentos e formaturas foram proibidos.


Maior rigor na Fiscalização


Segundo o governo do Estado o decreto vale para todo o estado e a Polícia Militar e órgãos de saúde farão a fiscalização.


Sefundo o decreto governamental as festas clandestinas serão fechadas e como punição os equipamentos e bebidas serão recolhidas



0 comentário