top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Citricultora da Feira de Produtos Regionais da ADS destaca importância da atividade

Produtora se identifica com a citricultura e a Feira da ADS se tornou uma alternativa econômica

 

A citricultura é uma das atividades que tem sido fortalecida pelo Governo do Amazonas, por meio das Feiras de Produtos Regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), como alternativa econômica a diversos produtores da agricultura familiar.  Nesta quinta-feira (08/06), comemora-se o dia do citricultor, e a ADS destaca a história da citricultora, Raimunda de Oliveira Pereira, que atua na Feira do Comando Geral da Polícia, localizada no bairro Petrópolis, zona sul da capital.

Há 50 anos ela possui um laranjal, localizado no município de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), utilizando o sistema de manejo de produção ecológica. Aproveitando a data, ela destaca a importância de trabalhar com a produção de laranja.

“Eu sou uma professora aposentada, filha de seringueiro. Meu irmão me doou esse sítio, e eu vim para cá como se esse lugar fosse o meu refúgio. Gosto muito de trabalhar aqui”, destacou.

Além da laranja, a citricultora produz tangerina, limão e acerola. Ela trabalha na Feira de Produtos Regionais da ADS, situada no Comando Militar desde quando começou, em 2010. A Feira funciona aos sábados, das 5h às 10h. Em Manaus, a ADS conta com 11 edições de feiras e cerca de 15 produtores cultivam e comercializam laranja.

Ela afirma que a Feira se tornou uma alternativa econômica e que se identifica com a citricultura e que a Feira da ADS se tornou uma alternativa econômica, gerando renda à família.

 

“Eu me identifiquei, me sinto bem. Eu tenho saúde, eu trabalho, eu ganho dela. Vou para a feira e vendo minhas frutas todinhas. Elas são boas e gostosas”, comentou.

0 comentário

コメント


bottom of page