Buscar
  • Adauto Silva

CASO LÁZARO: "Lázaro vem almoçar", gritava o fazendeiro olhando para a mata



Caseiro entrega patrão que data abrigo a Lázaro Barbosa em sua fazenda. Elmi Caetano Evangelista, 74 anos; e Alain Reis de Santana, 33, são as duas pessoas apontadas pela policia que teriam ajudado Lázaro Barbosa.

De acordo com a investigação, os dois cozinhavam para o criminoso, além de dar abrigo.

À policia caseiro Alain falou que ouviu Elmi Caetano gritando em direção à mata: “Vem almoçar, Lázaro!”. E, à noite, quando se ausentavam, o dono da fazenda gritava: “A porta vai ficar aberta!”.


Na ultima quinta-feira,25, uma equipe da Polícia Militar fazia diligências na zona rural de Girassol para localizar Lázaro que está fuga há 17 dias. A policia só conseguiu chegar ao local, após denúncias de vizinhos que perceberam uma movimentação estranha.



Ao chegar ao local, helicópteros PMGO e PMDF sobrevoaram a área, ao mesmo tempo que o gerente da fazenda (Alain) deixou a sede residencial. Nesse momento, a polícia se aproximou e viu uma pessoa entrando na mata.



Ao ser perguntado sobre quem era a pessoa que ele viu entrando na mata, Alain afirmou ser Lázaro. Com Alain foi encontrado armas e 49 munições de calibre 22.

O caseiro também informou que Lázaro está dormindo e fazendo refeições, almoço e jantar, diariamente na sede da fazenda, com o consentimento de Elmi Caetano. Relatou, ainda, que a mãe de Lázaro Barbosa trabalhou como caseira para Elmi Caetano e que, quando Lázaro Barbosa estava preso, o dono da propriedade ajudava financeiramente a família do criminoso.


O caseiro falou que ouviu Elmi Caetano gritando em direção à mata: “Vem almoçar, Lázaro!”. E, à noite, quando se ausentavam, o dono da fazenda gritava: “A porta vai ficar aberta!”.

0 comentário