top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Arsepam inicia ações do Maio Amarelo nesta sexta-feira (28/04) durante a Operação Viagem Segura

Atualizado: 27 de abr. de 2023

Mais de 23 mil pessoas devem utilizar os serviços de transportes intermunicipais até o dia 1º de maio

 

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam) projeta que mais de 23 mil pessoas utilizem os transportes intermunicipais, regulados pela autarquia, no período de 28 de abril a 1º de maio, Dia do Trabalhador.

A Operação Viagem Segura – Dia do Trabalhador terá início às 7h, desta sexta-feira, em todos os postos de fiscalização da Arsepam, tanto no modal rodoviário quanto no hidroviário intermunicipal. Ao todo, mais de 1.500 fiscalizações devem ser efetuadas em quatro dias de atividades.

No posto do Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim (Rodoviária de Manaus), zona centro-sul, vai ocorrer uma ação alusiva ao Maio Amarelo, movimento internacional de conscientização para a redução de acidentes de trânsito. Trabalhando com o tema “No trânsito, escolho a vida”, a iniciativa completa nesta edição dez anos.


O diretor-presidente da Arsepam, João Rufino Júnior, explicou que serão afixados cartazes nas plataformas de embarque da Rodoviária de Manaus, contendo informações básicas para os passageiros e os motoristas das transportadoras terem um transporte seguro.


No caso do sistema rodoviário intermunicipal, o gestor explica que sempre destaca a importância de observar se o veículo conta com os adesivos da Arsepam afixados nas laterais e na traseira.

“Os adesivos representam que aquele veículo passou por uma série de vistorias de segurança, sendo desenvolvidas por empresas cadastradas junto ao Detran-AM (Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas) e ao Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia)”, disse Rufino Júnior.


Ainda sobre o quesito segurança, o diretor-presidente da Agência Reguladora do Amazonas explicou que todos os ônibus da modalidade regular (viagens entre terminais rodoviários) passam por fiscalizações diárias, como, por exemplo, da aferição dos pneus, dos sistemas elétricos de segurança e do espaço interno do veículo, compreendendo a verificação dos cintos de segurança e outros itens essenciais elencados no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).


Rodoviário

Treze mil pessoas devem usar o modal rodoviário intermunicipal de 28 a 1º de maio. O Departamento de Transporte Rodoviário (DETR) estima que 1.200 fiscalizações ocorram no período.

As vistorias no modal rodoviário ocorrem na Rodoviária de Manaus, bairro Flores, zona centro-sul; Barreira de Fiscalização Estadual (AM-010 e BR-174), bairro Santa Etelvina, zona norte; Barreira Estadual da Avenida das Flores, bairro Lago Azul (entrada do Viver Melhor 1), zona norte; após a Ponte Jornalista Phelippe Daou (Ponte Rio Negro), em Iranduba; no Terminal Rodoviário de Itacoatiara; e na entrada de Careiro da Várzea, posto multimodal da Arsepam.


Hidroviário

No modal hidroviário intermunicipal, 11 mil passageiros devem utilizar esse sistema no período da operação. De acordo com o Departamento de Transporte Hidroviário (DETH), 300 fiscalizações devem acontecer em quatro dias de ação.


Os trabalhos acontecem no Porto de Manaus, atendendo também as balsas da Manaus Moderna, no Centro da capital; e no posto multimodal em Careiro da Várzea.


Ouvidoria

Para denúncias e sanar dúvidas, a Ouvidoria da Arsepam conta com atendimento 24 horas, por meio do WhatsApp (92) 98408-1799; e de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, pelo 0800 280 8585.


De forma presencial, o órgão atende ainda das 8h às 14h, na Rodoviária de Manaus, e de modo digital pelo sistema Fala.BR (plataforma de acesso à informação), e-mail (ouvidoria@arsepam.am.gov.br); Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC); e pelas redes sociais no @arsepamamazonas.

 

Viagem Segura

A Operação do Dia do Trabalhador conta com apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot); do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran); e da Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH).

0 comentário

Kommentare


bottom of page