Buscar
  • Adauto Silva

Após 16 anos os times do São Raimundo e Paysandu voltam aos holofotes do futebol da região Norte

Na Arena da Amazônia, São Raimundo e Paysandu empatam em jogo de ida da semifinal da Copa Verde 2022


Equipes do Norte voltaram a se enfrentar após 16 anos

A Arena da Amazônia Vivaldo Lima recebeu, nesta terça-feira (08/11), o confronto de ida entre São Raimundo e Paysandu, válido pela semifinal da Copa Verde 2022. Com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), o confronto terminou em 2 a 2, com gols de Negueba e Yan Philipe, pelo time da casa, e de Robinho e Patrick, pelo time visitante.


“O Governo do Amazonas não tem medido esforços para que o futebol amazonense esteja na elite nacional, estamos nos dedicando ao máximo para fortalecer os clubes profissionais. Sabemos da tradição do São Raimundo e queremos que essa equipe alcance a elite do futebol brasileiro”, disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.


São Raimundo e Paysandu voltaram a se enfrentar após 16 anos. O último confronto entre as equipes aconteceu em 2006, na ocasião pela Série B do Campeonato Brasileiro, que também terminou em empate de 1 a 1. O jogo aconteceu no saudoso Estádio Vivaldo Lima.


“O sentimento é de muita alegria reviver tudo isso depois de anos. Eu estava presente no antigo Vivaldão, em 2006, e presenciei aquele jogo único. Naquele dia era uma final, e hoje por coincidência foi uma semifinal, e a emoção foi grande novamente”, comentou André Andrade, torcedor do São Raimundo.


O próximo jogo acontece no sábado (12/11), em Belém. Em caso de novo empate, a decisão será nos pênaltis. O ganhador da partida irá enfrentar o vencedor da partida entre Vila Nova e Brasiliense.


*Investimento*

Representante amazonense da Copa Verde 2022, o São Raimundo recebeu do Governo do Amazonas o patrocínio de R$ 50 mil para disputar a competição, além de investimentos para o Campeonato Brasileiro Série D e Campeonato Amazonense, todos disputados esse ano.

*Turismo esportivo*

Pela primeira vez na Arena da Amazônia, a torcedora Maria do Carmo, natural de Goiânia, falou da emoção de pisar no estádio de Copa do Mundo.


“Estou emocionada. Eu amei conhecer a Arena da Amazônia, vim com meu esposo, e espero que outras pessoas tenham esse privilégio. É um lugar seguro e não deixa nada a desejar”, comentou a torcedora do Paysandu.

*FOTOS:* Mauro Neto e Rudson Renan/Faar


0 comentário