top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Amazonas intensifica ações de fortalecimento da vacinação no interior do estado

Programação inclui visitas técnicas aos municípios do estado, com treinamentos e ações de suporte técnico para profissionais de saúde

 

Como medida de fortalecimento das ações para a ampliação de cobertura vacinal no Amazonas, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas - Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado e Saúde do Amazonas (SES-AM), cumpre programação de visitas técnicas aos municípios do estado, com treinamentos e ações de suporte técnico para profissionais de saúde das secretarias municipais de saúde.

Neste primeiro quadrimestre de 2023, as equipes técnicas da coordenação estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI), pela FVS-RCP, estiveram em Ipixuna (a 1.367 quilômetros de Manaus), em Pauini (a 923 quilômetros de Manaus), em Boca do Acre (a 1.028 quilômetros de Manaus), em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) e Maraã (a 634 quilômetros de Manaus).

 

Nesses municípios, foram realizados treinamentos para fortalecer as ações de ampliação de cobertura vacinal de doenças imunopreveníveis, com destaque para poliomielite, Covid-19 e influenza.

 

“A imunização é uma estratégia imprescindível para a saúde pública, uma vez que, ao prevenir doenças, também evita epidemias. Por isso, o PNI segue nas ações para fortalecer a resposta imune individual e coletiva nos municípios”, destaca a gerente de Imunização no Amazonas, Angela Desirée, que coordena o PNI no estado.

 

O enfermeiro Ramon Lisboa, do PNI no Amazonas, que compõe a equipe de visitas técnicas, detalha que os treinamentos, realizados para os profissionais de saúde dos municípios, abordaram a atualização vacinal e busca ativa e estratégia de vacinação, incluindo acolhimento e triagem, fluxo e supervisão em sala de vacina e na rede de frio, onde são armazenados os imunizantes nos municípios.

 

“Seguimos no cumprimento do cronograma de viagens técnicas para enfatizar a importância das ações de cobertura vacinal. A cobertura vacinal deve ser encarada como mais do que um número, são vidas! Especialmente em municípios pequenos. Vacinar é proteger a comunidade como um todo, por isso, as supervisões e suportes técnicos à coordenação de vacinação municipal”, destaca o enfermeiro Ramon.

 

As próximas visitas técnicas do PNI, no mês de maio, serão para Juruá (a 674 quilômetros de Manaus), Jutaí (a 751 quilômetros de Manaus) e Fonte Boa (a 678 quilômetros de Manaus).


0 comentário

Kommentare


bottom of page