top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Alunos produzem tinta biodegradável por meio de projeto apoiado pelo Governo do AM

A experiência é fruto da pesquisa vinculada ao Programa Ciência na Escola, fomentado pela Fapeam 

 

Pigmentos naturais como açafrão, pó de café e urucum resultaram na produção de tintas artesanais biodegradáveis nas cores amarelo, marrom e laranja, respectivamente. A produção é resultado de estudo desenvolvido em sala de aula envolvendo alunos do ensino médio da Escola Estadual Jorge Karam Neto, localizada no bairro Tancredo Neves, zona Leste de Manaus. 

A pesquisa coordenada pela professora e doutora em Química, Rebecca Freire de Castro, recebeu apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), via Programa Ciência na Escola (PCE), Edital 004/2022. 

O uso dos materiais naturais estudados pela química orgânica e, que foram aplicados no projeto teve como principal objetivo diminuir o impacto ambiental de descarte no meio ambiente, além de introduzir aos alunos conceitos sobre consequências de produtos industrializados fazendo um comparativo com os materiais naturais. 


A professora explica que o processo da produção de tinta artesanal biodegradável é simples: basta misturar água e cola branca a um ingrediente natural para a produção do produto natural e, com base em uma pesquisa bibliográfica foram testados vários tipos de aglutinantes. Além disso, os assuntos de Química estudados no 1º e 2º ano do ensino médio foram abordados no processo da pesquisa, entre os quais: tabela periódica, ligações químicas, funções orgânicas e inorgânicas, equilíbrio químico e compostos orgânicos. 


“O resultado foi a divulgação do método científico com materiais do cotidiano entre os alunos da escola. O projeto foi apresentado em um evento interno. Mas o importante foi mostrar que a ciência pode estar presente em tudo que cerca os alunos. Tudo pode ser estudado dependendo da criatividade e curiosidade do estudante”, completou Rebecca Castro. 

A produção de tintas artesanais teve como resultados a socialização dos alunos envolvidos e o protagonismo dos mesmos na criação de um novo produto utilizando os conhecimentos adquiridos no ensino médio, além de implicar na educação ambiental e em noções de empreendedorismo. 


Para a pesquisadora, a importância do apoio do Governo do Estado por meio da Fapeam foi fundamental para o desenvolvimento da pesquisa. 


“A Fapeam é importante como fomentadora dos materiais usados nos projetos e com as bolsas que ajudam, principalmente, os alunos de baixa renda e o coordenador do projeto com os materiais necessários para o desenvolvimento do projeto”, ressaltou. 

Programa Ciência na Escola 

O Programa Ciência na Escola é uma ação da Fapeam direcionada à participação de professores e estudantes de escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus em projetos de pesquisa científica e de inovação tecnológica a serem desenvolvidos no âmbito da Educação Básica.

0 comentário

Comments


bottom of page