top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Alunas da rede estadual de ensino são destaque na Olimpíada Nacional Feminina de Química

A primeira edição da “Quimeninas” resultou em duas medalhas de ouro, duas medalhas de prata e duas Menções Honrosas ao Amazonas


Seis alunas da rede estadual de ensino do Amazonas foram premiadas na 1ª Olimpíada Nacional Feminina de Química 2023, a "Quimeninas", promovida pelo Programa Nacional Olimpíadas de Química. Ao todo, as estudantes das escolas da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar conquistaram seis premiações, sendo duas medalhas de ouro, duas medalhas de prata e duas Menções Honrosas. 



A  “Quimeninas” contou com a participação de mais de 16 escolas da rede estadual de ensino do Amazonas. Ao todo, mais de 100 alunas participaram da olimpíada, tanto do Ensino Fundamental quanto do Ensino Médio.



As estudantes Paola Soares, Maria Eduarda da Silva e Ana Julia Brandão, da Escola Estadual (EE) São Luiz de Gonzaga; as alunas Ana Valadão e Alana Barbosa, da EE Marechal Hermes; e a aluna Maria Julia Bento, da Escola Estadual de Tempo Integral (Eeti) Marcantonio Vilaça II (CMPM II), foram as estudantes premiadas na competição.



Destaque


A EE São Luiz de Gonzaga, localizada no bairro São Raimundo, zona oeste de Manaus, foi destaque na competição com três das seis alunas premiadas. As alunas conquistaram uma medalha de ouro e duas medalhas de prata.



O gestor da EE São Luiz de Gonzaga, Otávio Vasconcelos, ressaltou o esforço e as horas de estudos das alunas. Segundo ele, a conquista foi motivo de muita alegria para a escola.



"Foi algo que muito nos orgulhou com o destaque feminino ao alcance do aprendizado. Isso por meio de um fator importante, que são os estudos, glorificando a E.E. São Luiz de Gonzaga, familiares e, principalmente, a elas próprias", afirmou o gestor.



A estudante Paola Soares, de 16 anos, da 1ª série, do Ensino Médio, contou que ficou bastante surpresa com a medalha de ouro. Para ela, foi uma experiência indescritível, principalmente, porque ela não esperava conseguir o primeiro lugar.


"Foi uma mistura de emoções intensas, sinto muita alegria e gratidão ao professor que me ajudou e motivou. Ele foi muito paciente com a gente e nunca disse alguma coisa que nos colocasse para baixo. Agradeço a ele por acreditar em nós", ressaltou a aluna.


O projeto Quimeninas


O projeto “Quimeninas” foi criado pelo Programa Nacional Olimpíadas de Química e é destinado às meninas regularmente matriculadas no 9º ano do Ensino Fundamental e na 1ª série do Ensino Médio de todo o Brasil.


A “Quimeninas” tem o objetivo de criar um ambiente mais estimulante para as alunas que se interessam pela disciplina de Química, de incentivar a participação do público feminino na Olimpíada Brasileira de Química (OBQ) e aumentar o ingresso dessas estudantes em universidades nas áreas científicas, tecnológicas, de engenharia, entre outras.


A prova foi realizada no dia 22 de setembro e contou com 25 questões objetivas.


0 comentário

Comments


bottom of page