Buscar
  • Adauto Silva

Alerta para medidas preventivas: Amazonas não registrava mais de 1200 casos de covid há 10 meses



Governo do Amazonas identifica aumento de casos de Covid-19 e alerta população para medidas preventivas


FVS-RCP registrou aumento de casos confirmados nos últimos onze dias


Acúmulo de casos confirmados dos 11 primeiros dias do mês


Janeiro teve mais casos que o último trimestre de 2021

outubro 2021 - 470

novembro 2021 - 697

dezembro 2021- 1.459

janeiro 2022 - 3.384


O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), identificou aumento de casos confirmados de Covid-19 na comparação nos últimos nove dias, entre 3 e 11 de janeiro.



No dia 3 de janeiro, o número de novos casos confirmados da infecção registrados no Amazonas era de 88. O mesmo

indicador nesta terça-feira (11/01) é de 1.219 casos, sendo 928 detectados por teste rápido de antígeno e 291 identificados por RT-PCR, cujo processamento é realizado no Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM), coordenado pela FVS-RCP.


Neste período (03/01 a 11/01), a média diária de confirmação de casos de Covid-19 é de 368 casos.



O secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, reforça que os leitos hospitalares de retaguarda estão preparados para um possível aumento de hospitalizações, mas alerta para que a população mantenha as medidas não farmacológicas de prevenção.


"Não podemos deixar que esse número aumente ainda mais. Todos podem ajudar, evitando aglomerações. Evite festas, pois esse não é o momento de comemorar nada. Use máscara e lave as mãos com frequência e, se não puder, use álcool gel. Complete seu esquema vacinal. Lembre-se: a luta contra esse vírus é de todos nós", destacou o secretário.


Levantamento da FVS-RCP destaca que a última vez em que foram registrados mais de 1.200 casos diários no Amazonas, foi em 31 de março de 2021.


“Estamos em período sazonal para vírus respiratórios, estão circulando variantes, como a Ômicron, então é preciso que a população mantenha as medidas preventivas que estamos divulgando desde o início da pandemia”, acrescenta a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim.


Prevenção - O uso da máscara de proteção facial, manter a distância entre as pessoas, lavagens das mãos com água e sabão e/ou a utilização de álcool a 70% e a adesão à imunização, realizada na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, são as recomendações consideradas fundamentais no controle da circulação do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que continua circulando no Estado.



0 comentário