Buscar
  • Adauto Silva

A 18 dias para o 1° turno Instituto Quaest apresenta novos números na corrida ao governo do AM

Sexto Instituto de pesquisa confirma liderança e Wilson Lima abre 8 pontos de vantagem sobre Amazonino



A 18 dias para a realização do primeiro turno das Eleições 2022, o atual governador do Amazonas e candidato a reeleição, Wilson Lima (UB), lidera a disputa pelo cargo com 35% das intenções de voto, seguido por Amazonino Mendes (Cidadania), com 27%, em cenário estimulado, aponta uma nova pesquisa realizada pela Quaest Consultoria, contratada com exclusividade pela Rede Onda Digital, divulgada nesta quarta-feira (14).



No cenário estimulado, Eduardo Braga (MDB) aparece em terceiro, com 21% das intenções de voto. Na sequência vem Ricardo Nicolau (Solidariedade), com 5% e Carol Braz (PDT) com 2%. Henrique Oliveira (Podemos) e Israel Tuyuka (Psol), aparecem com 1% cada. Nair Blair (Agir), que teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral, não pontuou. Indecisos somam 3%, enquanto votos brancos ou nulos representam 5% dos eleitores.



Pesquisa Quaest/Onda Digital

A pesquisa Quaest contratada pelo grupo Onda Digital foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número AM-08471/2022 e BR-04922/2022, com a coleta de dados sendo realizada entre 7 e 11 de setembro. No total foram ouvidos 1.2 mil eleitores e a margem de erro estimada da pesquisa é de 2,8 pontos percentuais.



Ainda conforme registro feito na Justiça Eleitoral, o público alvo foi formado por eleitores com 16 anos ou mais e a pesquisa aconteceu face a face por meio de questionários estruturados. O nível de confiabilidade da pesquisa é de 95%.

A amostragem foi definida a partir de três estágios, sendo que no primeiro foram sorteados 23 municípios com base na população acima de 16 anos. O segundo estágio envolveu o sorteio de setores censitários a partir do tamanho da população. Por fim, o terceiro estágio levou em conta o número fixo de habitantes segundo cotas de região, sexo, faixa etária, grau de instrução, renda familiar e população economicamente ativa.

0 comentário