top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

65º Festival Folclórico do Amazonas Categoria Ouro abre com apresentação da banda pernambucana Fulô

Nesta edição, o festival retomou o formato inicial, coroado com o show inédito da banda representante do autêntico forró nordestino

 

Grupos folclóricos, artistas representantes da cultura popular e um público de 15 mil pessoas se fez presente na abertura do 65º Festival Folclórico do Amazonas, que aconteceu na noite de sexta-feira (14/7), no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA), Distrito Industrial. Uma cultura plural que reuniu quadrilheiros, cirandeiros e os pernambucanos da Fulô de Mandacaru em um espaço de várias expressões artísticas. 


 

O tradicional festival, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, em parceria com a Prefeitura de Manaus, há mais de 40 anos não tinha uma abertura oficial. Nesta edição, o festival retomou o formato inicial, coroado com o show inédito da banda representante do autêntico forró nordestino. 


 

“O Governador Wilson Lima inova mais um ano e traz uma atração nacional, também através do apoio do deputado Abdala Fraxe, aqui para o Povos da Amazônia. Hoje é a abertura e amanhã começam as competições. Aproveito para convidar as famílias para prestigiar o festival folclórico, que foi montado uma megaestrutura de som, iluminação, palco e também tem feira gastronômica, brinquedos para criançada.”, ressaltou o secretário executivo de Cultura e Economia Criativa, Cândido Jeremias.

 

O secretário também destacou que serão 70 apresentações de grupos folclóricos durante os 15 dias de festival. “As competições iniciam neste sábado (15/07) até o dia 26 de julho, nos Povos da Amazônia e, nos dias 28 e 29 de julho, a disputa será entre os bois-bumbás de Manaus, no Sambódromo”, disse Cândido. 

 

Além da categoria ouro, o 65º Festival Folclórico do Amazonas contemplou as categorias prata e bronze, cujas disputas entre os grupos folclóricos ocorreram de 11 e 25 de junho, coordenadas pela Prefeitura de Manaus. “Foi um sucesso absoluto, batemos todos os recordes, 120 mil pessoas passaram pelos Povos da Amazônia. E eu não poderia deixar de prestigiar este grande festival que está acontecendo hoje aqui”, comemorou o diretor presidente da Manauscult, Osvaldo Cardoso. 

 

Também participou do evento de abertura, o presidente da comissão de Cultura e Economia Criativa da Assembleia Legislativa do Amazonas, o deputado estadual Abdala Fraxe. “O povo do Amazonas gosta dos folguedos juninos, das festas e isso é uma tradição que temos há muito tempo e não podemos deixar acabar. Todas as agremiações, ligas estão empenhadas em fazer um festival de primeira qualidade e tenho certeza que isso irá acontecer neste ano”, completou o deputado. 


 

A festa de abertura da Categoria Ouro foi marcada por apresentações de seis grupos folclóricos, campeões em 2022: Ciranda Rosas de Ouro; Quadrilha Alternativa Funk na Roça; Quadrilha Tradicional Caipira na Roça; Dança Nacional Café XV de Outubro; Dança Internacional Caxemira e a Quadrilha Cômica As Poderosas na Roça. 

 

Em seguida, o público desceu as arquibancadas e se aproximou do palco para prestigiar de perto o show da Banda Fulô de Mandacaru. São 22 anos de estrada da banda original de Pernambuco, formada por Armandinho do Acordeon, Pingo Barros e Tiago Muriê. 

 

Para os músicos, o show de estreia no 65º Festival Folclórico do Amazonas teve o propósito maior de levar uma mensagem cultural aos amazonenses. 

 

“Para gente é um motivo de gratidão, de alegria, porque as culturas se encontram. O Norte e o Nordeste se entrelaçam por tudo que foi construído historicamente e todas as dificuldades e preconceitos que nós passamos e hoje ver as duas regiões sendo protagonistas de movimentos culturais, em lutas em defesa da cultura, nos traz essa responsabilidade de vir aqui e entender que foi construída uma história eurocêntrica e que hoje estamos desconstruindo. A música tem esse papel”, revelou Armandinho, que se disse honrado de participar do festival. 

 

“Muito obrigado ao Estado do Amazonas e a toda equipe que vem realizando esse evento maravilhoso e espero que seja o primeiro de muitos que virão”, comemorou o músico. 

 

A pirotecnia e a tecnologia marcaram o show da banda. O repertório passeou por sucessos de grandes nomes do forró, como Luiz Gonzaga, Alceu Valença até os sucessos da Fulô, envolvendo o público que não arredou o pé em quase duas horas de show. 

 

Programação do fim de semana

 

Sábado (15/07) 

18:30 19:20 - GRUPOS DO PROJETO “VIDA E SAÚDE DO IDOSO ATIVO”

19:30 20:10 - DANÇA NORDESTINA - DESCENDENTES DE LAMPIÃO 

20:15 20:55 - GARROTE TRADICIONAL - BRILHO DO CAMPO 

21:00 21:40 - QUADRILHA DE DUELO - EM BUSCA DA PAZ 

21:45 22:25 - CACETINHO - WAIMIRI ATROARI 

22:30 23:10 - DANÇA REGIONAL - LENDAS E POVOS DA AMAZÔNIA 

23:15 23:55 - DANÇA NORDESTINA - VINGADORES DO SERTÃO 

 

Domingo (16/07)

19:30 20:10 - DANÇA NORDESTINA - NORDESTE SANGRENTO 

20:15 20:55 - GARROTE REGIONAL - RENASCER

21:00 21:40 - QUADRILHA DE DUELO - MOSKETEIROS NA ROÇA 

21:45 22:25 - CACETINHO - BANIWA 

22:30 23:10 - DANÇA REGIONAL - SERAFINA 

23:15 23:55 - DANÇA NORDESTINA - CANGACEIROS DE LAMPIÃO

 

Acompanhe a programação completa (dias e horários das apresentações) do 65º Festival Folclórico do Amazonas pelas redes sociais @culturadoam.

0 comentário

Comments


bottom of page